segunda-feira, maio 29, 2006

Longe de casa

Fossem mil, dez mil, um milhão de quilometros longe.
Fosse a lua minha moradia,
Pra nunca mais ter que encontrar a mim mesmo,
Pra nunca mais acordar e olhar prum espelho e ver eu mesmo,
Fossem 15 milhões, 1 bilhão, 1 trilhão de quilometros,
Bem longe.
Longe de tudo, longe de mim mesmo. Sozinho, em silêncio.

2 comentários:

moça disse...

minha curiosidade mórbida... te olha... e se estiga...longe de casa...

M__ disse...

Conheço uma pessoa que foi visitar o Centro Universo..anoz luz de casa.

e sabe o que ele (re) encontrou?

- a si mesmo.